Blog

Veja conteúdos mais completos sobre energia solar fotovoltaica

Despesas fixas: entenda como a conta de energia pode ser reduzida na sua empresa

Detronic | Postado em 13/05/2022 - Atualizado em 13/05/2022

Despesas fixas: entenda como a conta de energia pode ser reduzida na sua empresa

Despesas fixas são valores quase inerentes ao negócio, que continuam aparecendo todos os meses, mesmo quando as vendas ou a prestação de serviços não estão em alta –– diferentemente das variáveis. Por conta disso, são gastos possíveis de se prever, desde que o planejamento financeiro da empresa esteja em dia.

Quer alguns exemplos? Impostos e folha de pagamento dos colaboradores entram nessa categoria. A conta de luz, por sua vez, está no meio termo entre as despesas fixas e variáveis –– afinal, existe um encargo mínimo que, mesmo sem consumir, você deve pagar às empresas de energia. E o preço varia de acordo com o uso, certo?

Nos últimos meses, esse tipo de despesa se tornou um grande desafio das pequenas e médias empresas. A razão é que, para muitas delas, o gasto com energia representa cerca de 40% dos custos de produção.¹ Somado a isso, a conta de luz tende a se tornar 16,7% mais cara em 2022, segundo a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), aumentando a pressão sobre o orçamento do negócio.

Nesse segmento, existem ações que podem ser implementadas para reduzir essas despesas fixas e variáveis, como é o caso da conta de energia. Algumas delas, inclusive, vão além dos métodos de economia tradicionais, que podem não ser efetivos diante do aumento de bandeiras tarifárias, por exemplo. A seguir, elencamos as principais. Confira!

Veja se os equipamentos têm selo Procel

O Selo Procel de Economia de Energia foi criado em 1993 para auxiliar na decisão de compra de eletrodomésticos e equipamentos eletrônicos. Ele mostra dados sobre o consumo energético dos aparelhos, de acordo com sua categoria, bem como sobre sua eficiência em relação aos parâmetros definidos.

Ares-condicionados, televisores, refrigeradores, lâmpadas, entre outros aparelhos contam com esse Selo Procel. Ele vai de A a E, sendo o primeiro mais eficiente que o último. Também conta com dados de consumo por mês, número ideal para fazer comparativos entre modelos. Os melhores terão mais chances de gerar economia a longo prazo para o seu negócio.

Crie estratégias arquitetônicas de climatização

Ambientes escuros, com poucas entradas de luz, são grandes vilões das despesas fixas e variáveis como a energia. Eles demandam fontes artificiais ligadas o tempo todo, algo que aumenta os custos do negócio. Por isso, se a ideia é reformar ou mesmo criar o local do zero, é importante pensar nessas questões, a começar pelas cores das paredes.

Cores claras refletem melhor a luz, bem como favorecem sua propagação. Assim, você consegue reduzir parte da dependência da luz artificial. Tenha em mente que não será possível eliminá-las completamente, mas atenção ao posicionamento estratégico desses recursos. Eles devem estar presentes em locais em que realmente são necessários.

O ar-condicionado também tem uma boa parcela de responsabilidade na conta de luz. Em algumas regiões do país, de fato, é impossível ficar sem esse equipamento. Nos casos em que as estratégias arquitetônicas não são suficientes, adote ações como:

  • instalar aparelhos com tecnologias inverter, que evita picos de voltagem e reduz o consumo de energia em até 60%;
  • não ficar ligando e desligando o aparelho em um curto prazo, pois isso faz com que ele precise trabalhar mais –– com isso, consome mais energia;
  • posicioná-lo no alto para melhor eficiência, sem contato direto com a luz do sol e mais longe possível de móveis, cortinas e cantos;
  • realizar a limpeza constante de filtros;
  • configurar a temperatura em 23ºC, que é suficiente para refrescar o local sem exigir muito do ar-condicionado.
Escritório otimiza iluminação e ventilação natural para diminuir despesas fixas

Troque as lâmpadas para LED

Por falar nas fontes artificiais de luz, aproveite para fazer uma troca das lâmpadas incandescentes e fluorescentes pelas de LED. Elas promovem uma economia de até 80% e 30%, respectivamente. Ainda que sejam um pouco mais caras, não é uma diferença tão considerável quanto seus benefícios no fim das contas.

Outra vantagem é que já existem diferentes formatos de lâmpadas de LED, além do bulbo tradicional. Então, se você tem uma loja, por exemplo, e quer dar um charme para determinado ponto de exposição, pode usar um modelo de filamento.

Adote uma opção sustentável para a energia

Há alguns anos, as medidas ESG (Ambiental, Social e Governança) ganham força no mercado. Elas são práticas que uma empresa deve adotar para reduzir seus impactos na natureza e aprimorar suas relações tanto com os colaboradores e clientes quanto com suas finanças. A adoção de energia sustentável é uma das estratégias nesse sentido, a exemplo da construção de parques eólicos, usinas solares e pequenas centrais hidrelétricas.

Estando em um país de referência em energia limpa e renovável, essa preocupação é ainda mais válida. De acordo com dados governamentais, o Brasil já conta com 48% de fontes renováveis na matriz energética, incluindo a solar. Mas o potencial de crescimento é ainda maior, e pode gerar economias, além de reduzir os impactos ambientais.

Muitos empreendedores e empresários ainda relutam em adotar esse tipo de estratégia por conta dos custos com instalação de painéis e outros equipamentos. A boa notícia é que existe uma forma de implementar energia solar na empresa com zero investimento. Isso é possível com uma assinatura de energia, que é produzida nas usinas solares.

Assim como um plano de celular, sua empresa tem créditos para usar todos os meses. Não é preciso fazer obras nem quaisquer instalações ou mesmo fazer algum pagamento inicial, já que você receberá a energia da mesma forma que antes. O resultado é uma economia de até 20% com essas despesas fixas e variáveis, além de um consumo 100% renovável e mais consciente.

As despesas fixas, como visto, têm grande impacto no orçamento de uma empresa, ainda mais quando sofre aumentos constantes –– como é o caso da energia elétrica, graças ao sistema de bandeiras tarifárias. Com estratégias que vão além do óbvio, você consegue não só reduzir as contas no fim do mês como tornar o negócio mais sustentável.

Pequenas atitudes são essenciais para reduzir os custos de produção e aumentar os lucros do negócio. Lá na frente, tornam-se grandes economias (e um excelente investimento), como é o caso da adoção da energia solar. Compartilhe este conteúdo com os colaboradores da sua empresa!

¹https://www1.folha.uol.com.br/mpme/2021/07/aumento-na-conta-de-luz-atinge-em-cheio-pequenas-empresas.shtml 

2022 | Detronic Energia. Todos os direitos reservados.